terça-feira, 7 de maio de 2013

Crescer

Decalcomania - René Magritte

Manhã sem prazos nem fronteiras...
Apenas esta letra miudinha que me acompanha.
Manhã sem prazos nem fronteiras...
Apenas um ditado cego que alguém me dita:
Que não importa o tamanho das frases, nem até mesmo o sentido das palavras, 
Só importa esta manhã e a sua total ausência de mágoas.
Que não vale pensar muito no escrever, 
Antes deixar correr, 
Como os passos da criança e ver nascer todo o resto com temperança.
Não vale pensar se o certo vai dar certo ou que o incerto certo está.
Não vale.
Não vale crer que apenas a vida compensa o que a vida dá.
Não vale.
Certos por dentro estamos que nunca por dentro sabemos como esta vida se dá e no entanto por certo sabemos que assim será.
Não são enigmas, nem charadas,
São antes palavras fora de tempo, as que faço nascer (...)
Não se aprendem as palavras, 
Conduzem-se dentro do Ser e é o Ser que tem de crescer. 

(2009)

Sem comentários: