quarta-feira, 8 de maio de 2013

Infinito


Na tua pena amor,
Lagos ardem em chamas,
Vozes gritam num só soluço,
E a agonia perfura-te o mastro.
Gritos do infinito.

(2009)

Sem comentários: